Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

28.10.04

Fofoquinha do dia (undeleted & recupered version)


Graças ao Bernardo, recuperei o festejado texto do gloryhole. Era uma estorinha besta, aliás, como todas as de costume, mas, em nome e por conta de meus leitores, a republico aqui abaixo:

Pula linha. Parágrafo. Vou ditar.

Soube que meu ex-chefe viado (ele é ex-chefe, não ex-viado), o famoso Poposão Rosa, fez uma cirurgia de redução de estômago e anda todo pimpão e saltitante pelas rodas de putaria da comarca da capital, chifrando sua esposa, o arquitetozinho viado (perdão pelo pleonasmo).

A gota d'água foi quando o viadinho chifrado descobriu que o gorducho frequentava uma sauna gay com aquela parada que os gringos chamam de gloryholes, que é um lugar em que o boiola coloca a bunda numa parede furada e é comido, anonimamente, por outro viado, numa sala ao lado.

Gloryhole, em linguagem nerd, seria um proxy.

A relação entre as gazelas está estremecida. Pensam até em se separar. A irmã do Poposão, a puta velha cachaceira, decidiu reconciliar o casal de mocinhas.

Adendo:

1. O gloryhole seria um "anonimizador" de viadice. O sujeito dá o rabo e não é identificado. Existem vários sites na internê sobre esse tema. Inclusive alguns de cunho heterossexual.

2. A tentativa de reconciliação da PVC (puta velha cachaceira) não logrou êxito, eis que a retrocitada pária, por se tratar de uma piranha messalina e vadia, não entende de relacionamentos monogâmicos e suas nuances sentimentais. Os viados estão temporariamente separados.

Creio que voltarão às pazes quando o fiofó de um deles começar a coçar.