Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

23.8.04


Chumbinho, lembrando que todo rapaz que usa barbicha eh gay, viado e sapatao, surge da penumbra e comeca a requebrar tresloucadamente. Seu sangue mulato lateja pela loira.