Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

29.6.04

Um ano desta merda



ah, sim.

Amanhã ,"Contos do Adamastor", em sua fase Blogspot, fará um ano de existência.

Faz um ano que eu perco tempo contando minhas estórias esquizofrênicas para um mundo sedento de sexo, luxúria e ócio.

São mais de 300 posts pretensiosos, metidos a engraçadinhos, mal-redigidos e narcisistas, o que, na verdade, são a características da maioria dos blogs.

Não ganhei dinheiro com essa merda, pra dizer a verdade, mas fiz poucos e fiéis amiguinhos.

E não me arrependo de nada que escrevi, por incrível que pareça, afinal, não me arrependo de ser pretensioso, metido a engraçadinho, péssimo redator e narcisista.

Comemorarei tal evento em grande estilo, jogando totó com a prata da casa, meus camaradas, os meus queridos considerados.

PS: Visitem o paladino da Justiça, o grande André, o outsider do Jornalista de Merda . O rapaz se embrenhou no underground do mundo putanesco e nos contempla com seu comovente e heróico relato.

Quando eu me for, ele me sucederá e honrará o seu legado.

Esse menino vai longe e é a minha esperança no que resta de puro, bom e fofo dessa Humanidade corrompida e descrente.