Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

7.6.04

Banzo sexual



Eu vivo reclamando do acúmulo de esperma nos meus epidídimos, mas faço isso sem motivos.

Até tinha conseguido um programa para sábado: a Judiazinha Complexada voltou a me ligar.

Fazia tempo que não falava com ela, tanto que meus leitores fiéis, que me acompanham desde minha fase underground do "Não Fiz, E Daí?", nunca leram sobre esse interessante personagem.

A Judiazinha é bonitinha, coitada, cabelos negros e pele branquinha, como eu gosto, contudo, ela tem problemas de auto-estima, causados por seus pais doidos e fumuns.

Ela gosta de mim, entre outras coisas, por que eu sei ouvir as mulheres, sabe? Não é porque sou um rapaz respeitador e cuidadoso: é porque dá muito trabalho improvisar piadas ao vivo.

Nossa relação é de amizade-baixo-ventre. Eu vou na casa dela, dou uns beijinhos, converso, ela fuma um beck e, finalmente, dou-lhe um castigo na buça.

Não sei porque ela me ligou. Deve ser saudade do meu cabeçudo, ou a carência pré-dia-dos-namorados, não sei.

Mandou aquele papo de que tava com saudade, que "precisamos conversar", essas babaquices que mulher inventa quando tá com cosquinha na xota.

Aceitei o convite, mais por simpatia ao bravo povo israelense do que pela Judiazinha (estou confundindo as bolas, eu sei, mas é proposital).

Na hora aprazada, não fui.

Chovia, estava uma noite fria e eu com um inesgotável banzo. Deu uma leseira, uma vontade de ficar em minha cama quentinha que nenhuma buça do mundo poderia impedir ou postergar.

Resolvi ficar em casa. Desliguei o telefone celular para evitar aborrecimentos e fiquei assistindo Gilmore Girls.

Sou doido pra comer a vovó Gilmore. Me amarro em coroa complicada.

Mas eu já cuidei de tudo: deixei uma mensagem de desculpas na secretária eletrônica dela e remarquei a pirocada pra quarta-feira.

Ser um homem delicado é o segredo do meu sucesso.