Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

2.3.04

Pequenas divagações



O Senhor dos Anéis só ganhou aquela caralhada de Oscars por causa do lobby homossexual a favor do filme.

E viado em Hollywood é que não falta.

***


Pra combater a pirataria, cada qual sabe como se defender. A RIAA processa velhinhas e estupra paraplégicos. Já a MPAA, que cuida do cinema, é mais criativa: lança uma porrada de filme ruim. Quem vai perder tempo baixando Matrix Revolutions, Femme Fatale e Contrato de Risco? Trouxa é o que não falta.

***


Alguém aí conhece outros lugares, no Rio, habitados por mulher feia, além do Pampa Grill e do Dito & Feito? A gente podia fazer um guia em copyleft e código aberto sobre a noite baranguística carioca. Público-alvo é o que não falta.

***


Lembram-se de Cabacinha, o meu amor-platônico-virginal (perdoem o pleonasmo)? O pai dela me ligou, disse que ainda tenho chance e que sou o genro que ele pediu a Deus. O coitado não deve saber da minha vida pregressa. Só pode.

***


Na boa, criançada, eu não defendo maconheiros.

Não é por preconceito, mas gente fumum é muito esquecida na hora de pagar os honorários.

***


Bill Gates esteve no Rio? Se apareceu, não me ligou.

Ia pedir pra ele autografar minha cópia pirata do Windows 3.1

***


Acho que estou com herpes labial. E olha que não lambi xereca de nenhuma mineira. Questão de princípios.

Diz a etiqueta que a gente só deve chupar a xota de quem a gente tem intimidade de, ao menos, uns 15 minutos.