Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

26.3.04

manhosinha ainda vive, ou "enquanto os homens sonham, Cthulhu observa"



Lembram-se de manhosinha, a menina que se dizia bailarina, mas na verdade era um tribufú transatlântico?

Se vocês não conhecem essa aventura em que narrei o meu encontro com esse ser das trevas, clique aqui.

Manhosinha foi localizada por um fiel observador desse blog, que a encontro no mirc, sob outra alcunha.

Ela ficou assustada com a repercussão daquela supracitada estória, mudou de nickname, e tornou-se uma gorducha desconfiada e paranóica. Passou a usar o MSN Messenger, mas só poucos tem acesso a sua criatura.

Contudo, como ainda tem sede de sangue, continua caçando incautos rapazolas.

A prova que ela continua na ativa é essa foto recente, em que ela está mais magra, mais arrumada, porém, assustadora:



Manhosinha, ainda hei de perseguí-la e empalhá-la, pelo bem da Humanidade.

Você é minha Moby Dick (literalmente).