Contos do Adamastor

Estorias surreais de pessoas irreais, contadas por um advogado ranzinza, carente, gentil e docil como um pequeno sagui silvestre. Nao recomendado para minorias intelectuais ou pessoas que se ofendem facilmente. Email: adamastor-em-gmail.com (sim, eu tenho um email do Google. Isso porque eu sou um nerd influente e poderoso)

12.1.04

os fotologs enquanto manifestação onírica da vaidade humana (título intencionalmente non sense)



Os fotologs causam polêmica em minhas divagações cerebrinas. Eu, simultaneamente, amo e odeio esses flogs .

Me divirto com as patricinhas querendo mostrar as marquinhas de bikini, com as gordinhas fazendo pose sexy, com os nerds tentando mostrar alguma normalidade, com os rapazotes malandros deixando-se fotografar fumando maconha, numa elegia subliminar à inteligência e à própria malandragem.

A vaidade alheia é divertida, quase tanto quanto a estupidez do vaidoso.

O que eu odeio mesmo são as fotos dos grupinhos, das viagens, dos amiguinhos. Daquele verão perdido em que a galerinha se reuniu em Arraial do Cabo e cantou Faroeste Cabloco.

Detesto tudo isso. Me faz lembrar que eu não tenho amiguinhos. Sou ranzinza, antisocial e detesto galeras e turminhas (excluindo-se. obviamente, a confraria do totó e a irmandade das termas).

Além disso, as poucas fotos em que eu saí, seja abraçado com uma drag queen, seja sarrando uma doméstica na Av. Atlântica, despertariam náuseas em meus leitores e demais membros dessa comunidade dançante.